fbpx
Iherb Suplementos e Vitaminas Vitaminas

Complexo B – Para que serve, quais os benefícios, falta e onde comprar13 min read

out 19, 2021 8 min

Complexo B – Para que serve, quais os benefícios, falta e onde comprar13 min read

Reading Time: 8 minutes

As vitaminas do grupo B são uma parte obrigatória e importante da dieta diária. Qual é o perigo de sua deficiência e como compensá-lo, vamos dizer a você neste artigo.

Por que o corpo precisa de vitaminas B?

No início do século passado, em 1912, o cientista polonês Kazimierz Funk introduziu pela primeira vez o termo “vitaminas”, e foi ele quem descobriu as vitaminas do grupo B. É verdade, então o cientista acreditava que se tratava de uma vitamina, e apenas mais tarde foi estabelecido que se trata de um grupo inteiro de compostos contendo nitrogênio. Eles são solúveis em água e desempenham um papel importante no metabolismo.

Aqui estão apenas algumas das funções das vitaminas B

  • normalizar o trabalho dos sistemas nervoso e cardiovascular;
  • melhorar a função intestinal, a condição da pele;
  • apoiar a saúde emocional, ajudar a lidar com o estresse, depressão, aumento do estresse emocional;
  • participar do crescimento das células, da troca de energia, do trabalho dos músculos;
  • fortalece o sistema imunológico e aumenta a resistência do corpo a várias doenças.

Cada vitamina tem não apenas seu próprio número, mas também seu nome, bem como sua finalidade.

Onde comprar Vitaminas do Complexo B

Você pode comprar Vitaminas do Complexo B no iHerb Brasil clicando no link abaixo.

Tipos de vitaminas B

Vitamina B1 (tiamina)

A tiamina foi a primeira a ser descoberta no grupo. Às vezes é chamada de “vitamina vital” porque tem um efeito positivo no sistema nervoso e na função cerebral. Com a participação da vitamina B1, é produzido o neurotransmissor acetilcolina, que afeta os processos de memória, o tônus ​​dos músculos do coração e órgãos do trato digestivo. A tiamina está ativamente envolvida em quase todos os processos do metabolismo energético. Metabolismo de lipídios, metabolismo de proteínas, assimilação de aminoácidos – em uma palavra, sem essa vitamina não teríamos energia suficiente.

5% OFF
Cupom Iherb de 5% OFF
Use o código e ganhe agora 5% de desconto em sua compra no Iherb Brasil. Desconto por...Mostrar Mais
Use o código e ganhe agora 5% de desconto em sua compra no Iherb Brasil. Desconto por tempo indeterminado. Mostrar Menos

Além disso, B1 está envolvido na transmissão de informações genéticas durante a divisão celular.

Você pode encontrar esta vitamina principalmente em alimentos vegetais: cereais, grãos germinados, cereais, farelo, qualquer tipo de repolho, cebola, cenoura, nozes, damascos e damascos secos, espinafre, feijão, batata – esta não é uma lista completa de alimentos contendo B1. A tiamina também está presente no leite integral, produtos lácteos fermentados e ovos, mas em quantidades menores.

Vitamina B2 (riboflavina)

Também conhecida como “vitamina anti-seborreica”. Como o B1, ele tem um efeito positivo no funcionamento do sistema nervoso e do cérebro. Além disso, a formação de glóbulos vermelhos e anticorpos não pode prescindir dela, é importante para o processo de assimilação de ferro e síntese de hemoglobina. Além disso, a riboflavina afeta a função da visão, regula as glândulas supra-renais.

A vitamina B2 pode ser sintetizada no intestino grosso ou ingerida com os alimentos. É melhor absorvido com produtos de origem animal: é encontrado em ovos, carnes e peixes, fígado, queijos, leite integral. Dos produtos vegetais, a riboflavina é encontrada no tomate, repolho, trigo sarraceno, aveia, folhas verdes, etc.

Importante!
B2 é facilmente destruído por descongelamento e exposição direta à luz solar!

Vitamina B3 (niacina)

Outros nomes são vitamina PP, niacina. É considerado o composto mais estável de todo o grupo B, pois pode suportar calor, exposição ao ar, radiação ultravioleta, álcalis e secagem prolongada. Mais de 50 reações enzimáticas acontecem com a participação da vitamina B3: normaliza o colesterol e o metabolismo dos carboidratos, promove a absorção de nutrientes (gorduras, carboidratos, proteínas), a liberação de energia e a síntese de enzimas. Sem ele, a produção de certos hormônios, incluindo insulina, cortisona e hormônios sexuais, é impossível. Graças à niacina, a pressão arterial é reduzida, as condições da pele e o funcionamento do sistema nervoso central são melhorados.

Acima de tudo, a vitamina B3 é encontrada em ovos, peixes, carne, rins e fígado. É menor em produtos vegetais, mas ainda é encontrado em repolho, alho, pimenta, ervilha, salsa, trigo sarraceno, cogumelos e leguminosas.

Vitamina B5 (pantenol)

O ácido pantotênico é um auxiliar na cicatrização de feridas, pois está envolvido na síntese de anticorpos, regeneração de tecidos. Além disso, o B5 é necessário para o metabolismo normal, energia e regulação do sistema nervoso. É necessário para a biossíntese de neurotransmissores, reduz a ansiedade e ajuda a reduzir os níveis de estresse.

A microflora intestinal produz vitamina B5 em pequenas quantidades, porém, para reabastecê-la, também é necessário consumir os seguintes alimentos: diferentes tipos de carnes e aves (de preferência magras), miudezas, ovos (principalmente gema), nozes, cogumelos, legumes, vegetais verdes, beterraba, couve-flor …

No entanto, para que a vitamina B5 entre no corpo com precisão, é melhor não submeter os produtos listados a um tratamento térmico prolongado.

Vitamina B6 (piridoxina)

Tem um efeito benéfico no metabolismo (quase todos os processos metabólicos ocorrem com a sua participação, regula a ação de enzimas), nos sistemas imunitário, nervoso e cardiovascular. Sem ele, a síntese de neurotransmissores (responsáveis ​​pelo humor e função cerebral) e a síntese de prostaglandinas (substâncias que regulam o funcionamento do coração e da pressão arterial) são impossíveis. A beleza externa (cabelos saudáveis, unhas fortes e pele elástica) também é um mérito da vitamina B6.

Há muita piridoxina nas nozes (especialmente nas nozes e avelãs), tomates, cenouras, cereais, repolho, frutas cítricas, morangos (morangos, cerejas). Também pode ser obtido com carnes (porco, vitela, aves), batata e pimenta.

Vitamina B7 (biotina)

Uma das substâncias mais importantes envolvidas no metabolismo. O B7 regula os níveis de açúcar no sangue, ajuda a aliviar as dores musculares e está envolvido no transporte de dióxido de carbono. Como outras vitaminas B, a biotina suporta o sistema nervoso, está envolvida na síntese de ácidos graxos e afeta a condição da pele, unhas e cabelo.

A vitamina B7 é encontrada no fígado bovino, bananas, ervilhas, arroz integral, peixes do mar, leite, ovos (gemas), salsa, maçãs, laranjas.

Vitamina B9 (ácido fólico)

Outros nomes para a vitamina: folacina, folato. Esta vitamina é conhecida principalmente por mulheres que planejam engravidar e se preparam para ser mães. É o ácido fólico que está envolvido na formação do tubo neural do feto, medula espinhal, cérebro, esqueleto, então a vitamina começa a beber antes mesmo da concepção e continua durante a gravidez. No entanto, o papel da vitamina B9 é difícil de superestimar para outras pessoas: ela participa do crescimento e divisão das células, transmissão de informações hereditárias (produção de DNA e RNA), metabolismo de proteínas, sintetiza leucócitos e eritrócitos, neurotransmissores, protege mucosas membranas do desenvolvimento da oncologia.

Para suprir a deficiência de ácido fólico, você precisa comer mais verduras e vegetais verdes (salsa, aipo, espinafre, repolho), bem como tomates, legumes, nozes, beterraba, banana, fermento, batata, gema de ovo.

Vitamina B12 (cianocobalamina)

A formação de ácidos nucléicos, a assimilação de aminoácidos, os processos de hematopoiese, a biossíntese da bainha protetora das fibras nervosas não podem prescindir da vitamina B12. Graças a ela, o sistema de coagulação do sangue é estimulado, os níveis de colesterol são reduzidos.

B12 é encontrado apenas em produtos de origem animal: aves, vísceras (fígado, coração), frutos do mar, peixes do mar, ovos.

Alimentos vegetais importantes, como espirulina ou levedura, contêm apenas pseudovitamina B12, uma substância muito semelhante, mas não à cianocobalamina. Esses alimentos não compensam as deficiências de B12. É por isso que é recomendado que as pessoas que não comem carne (veganos e vegetarianos) tomem suplementos de vitamina B12.

Substâncias semelhantes a vitaminas

Além das vitaminas, o corpo também pode conter substâncias semelhantes às vitaminas. Possuem propriedades de vitaminas, mas sua deficiência (ou excesso) não acarreta consequências negativas ou patologias.

As substâncias semelhantes a vitaminas do grupo B incluem:

Colina (B4)

Tem um efeito benéfico no trato digestivo. É graças a ele que se iniciam os processos de regeneração do fígado e as gorduras são excretadas com mais facilidade. Ou seja, é o B4 que ajuda nosso corpo a se recuperar após uma festa violenta de álcool ou um longo tratamento com antibióticos. A saúde dos rins e a função intestinal também dependem disso. Outro bônus: o B4 retarda o processo de envelhecimento, protege as células nervosas da destruição, regula os níveis de insulina no sangue, reduz o colesterol e protege o coração.

Portanto, vale a pena incluir regularmente peixes, carnes, ovos, queijo, queijo cottage, farelo, óleo não refinado, espinafre, cenoura, tomate e outros vegetais na dieta.

Inositol (B8)

Outra substância que participa ativamente do metabolismo. Normaliza os níveis de colesterol no sangue, a pressão arterial, protege as células de danos, participa na construção do tecido muscular e dos ossos, cuida da nossa beleza: ajuda a emagrecer e potencia o crescimento do cabelo. Além disso, a concepção de uma criança é impossível sem inositol.

Contido em caviar, peixe, rins, fígado, nozes, cereais (aveia, arroz selvagem, trigo, cevada), lentilhas, cenouras, repolho, batata, frutas cítricas, melancia, groselha, passas, etc.

Ácido para-aminobenzoico (B10)

B10 participa da síntese de ácido fólico, normaliza a glândula tireóide, protege o corpo de fatores adversos – luz ultravioleta, infecções, hipóxia, etc. Previne a queda de cabelo, melhora a condição da pele, reduz o risco de trombose, tumores malignos e derrames.

A substância B10 é encontrada em alimentos que nos são familiares: carne, ovos, peixe, nozes, farelo, batata, cenoura, espinafre, salsa, bem como erva-cidreira, sementes de girassol, melaço e cogumelos.

Sinais de deficiência de vitamina B

Como a maioria das vitaminas B afeta o funcionamento do sistema nervoso e do cérebro, um dos primeiros sinais de deficiência nesse grupo será o aumento da fadiga, irritabilidade, insônia, depressão, perda de memória e atenção e fraqueza. Se, além disso, seu cabelo começar a cair ativamente e suas unhas quebrarem, esse é provavelmente outro sinal de falta de vitaminas.

O que uma quantidade insuficiente de vitaminas pode levar a:

  • B1 – com grande escassez, desenvolve-se a doença “beribéri” (perturbação da atividade cardíaca, piora a sensibilidade dos membros, desenvolve-se polineurite). Inchaço, prisão de ventre, dormência dos membros e perda súbita de peso também são sinais de deficiência de tiamina.
  • B2 – alguns sinais de sua falta: rachaduras nos cantos da boca, úlceras, dermatites, inflamação da membrana mucosa dos olhos, que é acompanhada de lacrimejamento, deterioração da visão crepuscular.
  • B3 – dor na língua, pele seca, palidez da pele são alguns dos primeiros sinais de falta desta vitamina. Uma deficiência mais grave resulta em pelagra, que afeta o trato gastrointestinal, a pele e o sistema nervoso. Os sintomas incluem dor nos membros, diarreia, perda de apetite e erupções cutâneas.
  • B5 – A deficiência dessa vitamina é rara e leva à letargia, fadiga e depressão.
  • B6 – geralmente é suficiente, na maioria das vezes a falta dessa vitamina é observada em pessoas que tomam diuréticos ou glicocorticoides, bem como em mulheres que tomam anticoncepcionais. Sonolência, irritabilidade, problemas de pele e membranas mucosas (dermatite, conjuntivite) são alguns dos principais sinais da deficiência de piridoxina.
  • B9 – a deficiência ocorre extremamente raramente e só é possível em casos excepcionais: por exemplo, ao tomar grandes doses de antibióticos ou com doenças do intestino delgado. Nesse caso, ocorre fadiga e diarréia. No entanto, a deficiência de ácido fólico em mulheres grávidas pode levar a anormalidades no desenvolvimento do feto.
  • B12 – a falta desta vitamina leva a consequências graves: anemia maligna. Úlceras aparecem na língua, os membros ficam dormentes, a visão se deteriora.
  • Quando aparecerem os sinais acima, é recomendável não se automedicar, mas sim consultar um médico. Para começar, você pode visitar um terapeuta local que lhe dará instruções para exames e médicos de especialização limitada, dependendo dos sintomas. Se comprovada a falta de vitaminas, o médico pode prescrever o uso de vitaminas na forma sintética, bem como na forma de suplementos dietéticos. Existem complexos multivitamínicos e mono-complexos. É melhor escolher medicamentos voltados especificamente para repor a carência de vitaminas do grupo B. Além disso, você pode comprar monopreparações separadamente, mas para isso é preciso saber exatamente qual vitamina do grupo B está faltando.

Portanto, lembre-se de que as vitaminas B estão envolvidas em muitos processos do corpo e a falta delas pode levar a sérios problemas de saúde. Além disso, as vitaminas B não se acumulam no corpo, por isso é imperativo que você as reabasteça regularmente com alimentos ou suplementos.